Polícia moçambicana interceta camião-cisterna com 99 estrangeiros

Charotar Globe Daily

A polícia moçambicana intercetou um camião-cisterna com 99 estrangeiros no interior do tanque que deveria ser usado para transporte de combustível, anunciou hoje a corporação.

As autoridades suspeitam de que este se trate de mais um caso de imigração ilegal, em que a entrada no país é feita colocando em risco a própria vida.

O camião oriundo do Maláui tinha como destino o porto da Beira onde ia ser carregado com combustível, disse à Lusa o porta-voz da polícia, Mário Arnaça.

A polícia mandou-o parar, no sábado, no posto de Bunga, na província de Manica, centro do país, para uma inspeção de rotina.

Já depois de o veículo arrancar, a população alertou as autoridades, relatando ter visto uma pessoa a abrir uma tampa do tanque para espreitar para o exterior.

Agentes da polícia perseguiram o camião que viria a ser imobilizado pouco depois, com o motorista a colocar-se em fuga, levando os respetivos documentos.

Entre os cidadãos estrangeiros estão nove mulheres, todos sob custódia da polícia moçambicana.

Em março de 2020, um total de 64 imigrantes etíopes foram encontrados mortos por asfixia no contentor de um camião juntamente com 14 sobreviventes, entretanto repatriados, depois de atravessarem ilegalmente a fronteira do Maláui para Moçambique.

Read More

Share on Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 Comments :

Post a Comment