Whitebook: hipertensão pulmonar

featured image

Daily News | Online News

Como você provavelmente já sabe, a hipertensão pulmonar é a elevação da pressão arterial pulmonar média ≥ 20 mmHg em repouso, obtida por meio de cateterismo do coração direito. No conteúdo de hoje do Whitebook Clinical Decision, falaremos da apresentação clínica e de possíveis abordagens diagnósticas da condição.

Leia também: Nova opção de tratamento para hipertensão arterial pulmonar é incorporada ao SUS

É importante lembrar que a condição pode ser uma elevação primária da pressão na circulação arterial pulmonar (hipertensão arterial pulmonar, hipertensão pulmonar pré-capilar) ou secundária a elevações de pressão na circulação venosa e capilar pulmonar (hipertensão venosa pulmonar, hipertensão pulmonar pós-capilar).

Daily News | Online News Apresentação clínica da hipertensão pulmonar

Quadro clínico: inicialmente, os pacientes costumam apresentar dispneia aos esforços e fadiga. Com a progressão da doença, podem ocorrer dor torácica atípica, síncope, palpitações e congestão (edema periférico, ascite e derrame pleural), por acometimento de ventrículo direito. Anorexia e dor em quadrante superior direito de abdome por congestão hepática também são manifestações possíveis.

Marcadores de gravidade:

  • Cor pulmonale com hepatomegalia, ascite e anasarca;
  • Classes funcionais III e IV;
  • Falha terapêutica inicial.

Fatores de risco:

  • Distúrbios do coração esquerdo (ex.: insuficiência cardíaca, valvulopatia mitral e/ou aórtica, cardiomiopatia restritiva, pericardite constritiva, mixoma atrial);
  • Pneumopatia crônica e/ou hipoxemia (ex.: doença pulmonar obstrutiva crônica, pneumopatia intersticial, fibrose pulmonar, apneia do sono);
  • Tromboembolismo pulmonar crônico;
  • Drogas e toxinas (ex.: supressores de apetite, cocaína, anfetaminas, inibidores seletivos da recaptação de serotonina);
  • Doenças do tecido conjuntivo (ex.: esclerodermia, artrite reumatoide, lúpus eritematoso sistêmico);
  • Infecção pelo HIV;
  • Hipertensão portal;
  • Cardiopatia congênita (ex.: shunts intracardí­acos esquerda-direita);
  • Esquistossomose;
  • História familiar positiva (hipertensão pulmonar hereditária);
  • Anemia hemolí­tica crônica (ex.: anemia falciforme, betatalassemia, esferocitose);
  • Doenças mieloproliferativas;
  • Sarcoidose;
  • Doença renal crônica;
  • Doenças metabólicas (ex.: tireoidopatias).

O exame inicial quando se suspeita de hipertensão pulmonar (HAP) é o ecocardiograma; quando este não é sugestivo, é bem provável que não haja HAP. Caso ainda haja suspeita e o ecocardiograma não seja suspeito, pode-se recorrer ao cateterismo das câmaras direitas.

Leia também: Como abordar dor torácica?

Abordagem diagnóstica

Exames de rotina:

  • Radiografia de tórax: pode mostrar aumento do tronco da artéria pulmonar, além de aumento das cavidades direitas;
  • Eletrocardiograma: há padrão de hipertrofia ventricular direita, com R > S em V1 e sinais de aumento atrial direito (onda P de maior amplitude). Pode também ocorrer bloqueio de ramo direito de diversos graus;
  • Ecocardiograma com Doppler: exame inicial para o diagnóstico de hipertensão pulmonar, pode estimar a pressão na artéria pulmonar através da fórmula: PSAP = (4 x [TRV]²) + RAP; em que TVR é a velocidade máxima do jato regurgitante da valva tricúspide e RAP corresponde à medida da variação da veia cava (estimativa da PVC). O ecocardiograma ainda pode fazer o diagnóstico de doenças cardíacas responsáveis pelo quadro de hipertensão pulmonar. Sua grande vantagem é de ser um exame não invasivo, porém, caso não haja regurgitação tricúspide, a avaliação fica prejudicada;
  • Cateterismo cardíaco direito: deve ser solicitado se o ecocardiograma e outros exames forem inconclusivos e houver alta ou intermediária suspeição clínica de HP (além de confirmar o diagnóstico, ainda avalia sua gravidade). O exame é capaz de medir diretamente a pressão pulmonar; além disso, permite a classificação da HP como pré-capilar, pós-capilar ou ambas (ver tabela abaixo). O cateterismo é indispensável antes de se iniciar o tratamento específico para hipertensão pulmonar quando indicado.

Definições Hemodinâmicas da Hipertensão Pulmonar

Definição Características Grupos Clínicos
Hipertensão


pulmonar
PAPm ≥ 20 mmHg Todos
Pré-capilar PAPm ≥ 20 mmHg


POAP ≤ 15 mmHg
Grupo 1 – Hipertensão arterial pulmonar


Grupo 3 – HP associada à doença pulmonar


Grupo 4 – HP tromboembólica crônica


Grupo 5 – multifatorial/


desconhecido
Pós-capilar PAPm ≥ 25 mmHg


POAP > 15 mmHg
Grupo 2 – associado à insuficiência de VE


Grupo 5 – multifatorial/ desconhecido
Pós-capilar isolada GPD < 7 mmHg e/ou RVP ≤ 3 WU Grupo 2 – associado à insuficiência de VE


Grupo 5 – multifatorial/ desconhecido
Pré e pós-capilar combinadas GPD ≥ 7 mmHg e/ou RVP > 3 WU Grupo 2 – associado à insuficiência de VE Grupo 5 – multifatorial/ desconhecido

Legenda:

  • PAPm: pressão arterial pulmonar média;
  • POAP: pressão de oclusão de artéria pulmonar;
  • GPD: gradiente de pressão diastólica;
  • RVP: resistência vascular pulmonar.

Exames complementares para investigação de possível causa (ex.: espirometria, polissonografia, autoanticorpos, anti-HIV, cintilografia pulmonar ventilação/perfusão, teste ergométrico): se todas as possíveis causas forem excluídas, conclui-se que se trata de hipertensão arterial pulmonar idiopática.

Este conteúdo foi escrito com informações do Whitebook Clinical Decision. Baixe já o aplicativo (ou visite a versão web), assine e fique sempre por dentro das novidades na tomada de decisão clínica.


Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED:


Veja mais beneficios de ser usuário

do Portal PEBMED:

Daily News | Online News


7 dias grátis com o Whitebook

Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.

Daily News | Online News


Acesso gratuito ao Nursebook

Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.

Daily News | Online News


Acesso gratuito Fórum

Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.

Daily News | Online News


Acesso ilimitado

Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos
e revisados por especialistas

Daily News | Online News


Teste seus conhecimentos

Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida

Daily News | Online News


Conteúdos personalizados

Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados
por especialidades

Selecione o motivo:

Errado

Incompleto

Desatualizado

Confuso

Outros

Daily News | Online News Sucesso!

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Daily News | Online News Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo.

Daily News | Online News Você avaliou esse artigo

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

# Galiè N, et al. 2015 ESC/ERS Guidelines for the diagnosis and treatment of pulmonary hypertension. Eur Respir J 2015; 46:903-975.

# Klinger JR, et al. Therapy for Pulmonary Arterial Hypertension in Adults Update of the CHEST Guideline and Expert Panel Report. CHEST 2019; 155:565-586.

# Hoeper MM, et al. Definitions and diagnosis of pulmonary hypertension. J Am Coll Cardiol 2013; 62:D42.

# Simonneau G, et al. Updated clinical classification of pulmonary hypertension. J Am Coll Cardiol 2013; 62:D34.

# Simonneau G, et al. Clinical classification of pulmonary hypertension. J Am Coll Cardiol 2004; 43:5S.

# Raymond RJ, et al. Echocardiographic predictors of adverse outcomes in primary pulmonary hypertension. J Am Coll Cardiol 2002; 39:1214.

# Tang KJ, Robbins IM, Light RW. Incidence of pleural effusions in idiopathic and familial pulmonar arterial hypertension patients. Chest 2009; 136:688.

# Galií N, et al. 2015 ESC/ERS Guidelines for the diagnosis and treatment of pulmonary hypertension: The Joint Task Force for the Diagnosis and Treatment of Pulmonary Hypertension of the European Society of Cardiology (ESC) and the European Respiratory Society (ERS): Endorsed by: Association for European Paediatric and Congenital Cardiology (AEPC), International Society for Heart and Lung Transplantation (ISHLT). Eur Heart J 2016; 37:67.

# Galií N, et al. Updated treatment algorithm of pulmonary arterial hypertension. J Am Coll Cardiol 2013; 62:D60.

# Taichman DB, et al. Pharmacologic therapy for pulmonary arterial hypertension in adults: CHEST guideline and expert panel report. Chest 2014; 146:449.

# European Respiratory Monograph 57: Pulmonary Hypertension. Humbert M, Hoeper MM (Eds), European Respiratory Society 2012; 57:194-207.

# Rich S (ed). Executive summary from the World Symposium on Primary Pulmonary Hypertension. Evian, France, 1998 Sep 6-10.

# Frost A, et al. Diagnosis of pulmonary hypertension. Eur Respir J 2019; 53.

# Braganza M, et al. A Prospective Evaluation of the Diagnostic Accuracy of the Physical Examination for Pulmonary Hypertension. Chest 2019; 155:982.

# Vachiéry JL, et al. Pulmonary hypertension due to left heart disease. Eur Respir J 2019; 53.

# Simonneau G, et al. Haemodynamic definitions and updated clinical classification of pulmonary hypertension. Eur Respir J 2019; 53.

# Dimopoulos K, et al. Definition and Management of Segmental Pulmonary Hypertension. J Am Heart Assoc 2018; 7.

# Esfandiari S, et al. Pulmonary Arterial Wedge Pressure at Rest and During Exercise in Healthy Adults: A Systematic Review and Meta-analysis. J Card Fail 2019; 25:114.

Read More

Share on Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 Comments :

Post a Comment